Blog

Comfort food: Como conquistar os clientes pelo coração?
| Notícias

Comfort food: Como conquistar os clientes pelo coração?

A gastronomia passa por mudanças ao longo do tempo, adaptando-se aquilo que conversa diretamente com seus consumidores e a cultura da época. Se outrora os pratos refinados e com ingredientes desconhecidos representavam o ponto alto para os restaurantes, hoje o foco é na comfort food.

O que é a comfort food?

A comfort food representa uma comida de conforto, aquela que desperta memórias afetivas e boas lembranças ao sentir o cheiro e o sabor. Seja um bolo que lembra da infância na casa da avó ou o cheiro de tempero da comida do pai. A nova tendência na gastronomia remete ao afeto e nostalgia juntamente com o paladar e o olfato.

O movimento da comfort food é na contramão do fast food e comidas industrializadas, ela anda juntamente com o slow food e é um convite a uma alimentação simples, com ingredientes fáceis de encontrar e feita de maneira artesanal, respeitando o meio ambiente e os produtores responsáveis pela alimentação.

O slow food, por sua vez, é um movimento dos anos 1980 que busca ressaltar o prazer na alimentação, com produtos artesanais e de qualidade. É a busca pela comida com sabores únicos e marcantes, fugindo da alimentação rápida.

É importante ressaltar que a comfort food atinge também pessoas que moram longe de sua terra natal, por vezes em outros países e culturas totalmente diferentes daquelas que foram criadas. Assim, a refeição é como um abraço, um aconchego, um lugar confortável que permite se lembrar de boas e velhas histórias.

 

Quais comidas podem ser escolhidas para a comfort food?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se a comfort food remete a lembranças individuais, o cardápio pensado para esse segmento deve ser variado, definir as comidas que farão parte é um trabalho e tanto e requer pesquisa de mercado e do que pode agradar o público almejado.

Mas, de forma geral, alguns pratos remetem boas lembranças a maioria das pessoas. Em sua grande maioria são refeições comuns e que marcaram regiões, épocas e gerações, mas que transitam entre os anos e estão sempre presentes na mesa do brasileiro.

Alguns tipos de comidas para a comfort food:

  • Biscoitos;
  • Bolos caseiros;
  • Brigadeiro
  • Caldos;
  • Feijoada;
  • Lasanha;
  • Macarronada;
  • Pizza;
  • Sobremesas;
  • Pão de queijo;
  • Sopas.

Aplicando a comfort food na estratégia de marketing

Aplicar a comfort food como estratégia para bares e restaurantes é uma opção para buscar novos clientes e fidelizar esse público, mas é importante que os alimentos oferecidos tenham ingredientes de qualidade, temperos menos industrializados e uma variedade que vai desde petiscos até as sobremesas.

Dessa forma, é importante entender qual o público que se deseja buscar e em qual segmento o cardápio irá se inserir. Busque referencias no local do seu estabelecimento, tente entender o que o seu público consumia na infância.

 A comfort food pode oferecer deliciosos lanches, como bolos, pães de queijo, café e vitaminas; mas pode também servir refeições completas com arroz, feijão, frango caipira de molho, feijoada, lasanha, acarajé e carne assada.

Então porque não trazer essas memorias à tona em seu cliente? Aproveite essa tendência de consumo e fidelize ainda mais seus clientes.

Compartilhe

Artigos Relacionados

Tricampeã: Skymsen recebe mais um Prêmio Smart Label
| Notícias

Tricampeã: Skymsen recebe mais um Prêmio Smart Label

A Skymsen, mais uma vez, é reconhecida pela sua excelência nos produtos que desenvolve. Dessa vez, a empresa é consagrada com o prêmio...