Blog

Marmita: um negócio super lucrativo!
| Notícias

Marmita: um negócio super lucrativo!

 

Com o retorno das atividades presenciais, as pessoas estão encontrando muita dificuldade em manter uma alimentação saudável e saborosa. Analisando esse cenário, muitas pessoas visualizaram a oportunidade de investir em um negócio bastante lucrativo: o de marmitas

A busca por sabor caseiro, saúde, praticidade e economia fizeram com que os brasileiros optassem pelo consumo de marmitas, que estão cada vez mais aderindo às novas tendências alimentares, como marmita vegana, marmita fit, marmita orgânica, etc. 

Quer saber mais como ganhar dinheiro vendendo marmita? Acompanhe este conteúdo que preparamos e saiba como faturar muito, aderindo às novas tendências de marmitas no seu negócio!

 

Marmitas, um negócio em ascensão, uma oportunidade de lucrar

O setor de alimentação mostra um ótimo crescimento para o negócio de marmitas. O retorno das atividades presenciais trouxe a volta de rotinas que demandam muito tempo e impossibilitam o próprio preparo das refeições. Corroborando com essa informação, a pesquisa realizada em 2021, pela Fispal Food Service em parceria com a consultoria FGV Jr., intitulada “O Futuro do Food Service”, mostra que: 

Grafico de consumo de marmitas no Brasil

Você deve estar se perguntando o porquê desse boom. Apesar da resposta parecer um tanto óbvia, ela está condicionada ao novo perfil de consumidor, que está cada vez mais exigente e seletivo quanto à qualidade dos produtos. 

O mercado de marmitas é cheio de oportunidades. Por ser um segmento amplo e bem diversificado, é possível atender dois públicos com características bem distintas, a saber: 

- os que buscam diariamente por marmitas frescas, e; 

- os que procuram por marmitas congeladas nutricionalmente balanceadas. 

A segunda opção é buscada por pessoas que objetivam atender um fim específico através de marmitas saudáveis, seja por saúde, bem-estar, estética ou por questão de restrições filosóficas, tais como vegetarianismo e veganismo. 

Então, se você está buscando um negócio para investir, saiba que o mercado de marmitex está em alta, independentemente do nicho, seja fresca, saudável, exclusiva para dietas, intolerantes a glúten ou lactose. Uma dica que também está em alta é oferecer o plano de assinatura semanal ou mensal, o consumidor paga pelo período escolhido e recebe em casa todas as refeições adquiridas.

 

Por que vender marmita é um bom negócio?

Muitas dúvidas surgem na hora de investir em um novo negócio, dentre elas está a incerteza do mercado. Contudo, antes mesmo de se aventurar em qualquer negócio, é muito importante que seja feita uma análise minuciosa de cada particularidade que envolverá o empreendimento, como mercado, concorrência, segmentação, etc.

Como o negócio de marmitex está em ascensão e deverá continuar por muito tempo, investir nesse mercado é garantia de fazer um bom negócio, principalmente se você pretende seguir um nicho específico, como marmita vegana, marmita fit, marmita orgânica, etc. 

O sucesso do seu negócio de marmitex dependerá da combinação equilibrada de qualidade, sabor, custo-benefício e outros diferenciais que atraem e fidelizam a clientela. 

No próximo tópico iremos falar dos nichos e o que se deve colocar na marmita. Confira!

 

O que colocar na marmita?

Preparação de marmitas

Muitas pessoas, durante a pandemia, optaram por mudar hábitos alimentares em nome da saúde, criando uma relação de bem-estar com aquilo que consome. 

Esses novos hábitos alimentares trouxeram uma nova perspectiva para quem deseja trabalhar com o segmento de alimentação, mas também trouxeram muitos desafios, como entender a alimentação de cada nicho, o que pode ou não colocar na marmita, etc. 

No intuito de colaborar com você na escolha do nicho de atuação, trouxemos os principais nichos que eclodiram com a pandemia e o que pode ou não ser colocado na marmita. Confira!

 

Marmita fit 

As famosas marmitas fit costumam ser muito atraentes, principalmente para àqueles com propósito de emagrecimento, de ganho de massa ou de ter uma vida mais saudável. O cardápio tem baixo teor de carboidrato e alto teor de proteínas.

 

Marmita vegetariana

A demanda dos não consumidores de carne tem aumentado muito nos últimos tempos. A marmita vegetariana não deve conter nenhum tipo de carne, seja peixe, frango ou vaca.

 

Marmita vegana

É uma tendência alimentar mais radical do que a vegetariana. As pessoas que seguem o veganismo não consomem nenhum tipo de alimento de origem animal, isso inclui os derivados também.

 

Marmita low carb

As marmitas low carb excluem totalmente os carboidratos da alimentação. E por esse motivo, elas são muito procuradas pelos alérgicos ao glúten.

 

A definição do nicho de atuação é bastante relevante para que você possa planejar com bastante antecedência uma boa variedade de receitas e composições de pratos, aproveitando para utilizar frutas e verduras sazonais nas receitas.

Outra dica importante é que você tente entender as restrições dos seus clientes. Permita que o seu cliente possa enviar uma mensagem com produtos que pode ou não consumir. Assim, você preparará as marmitas com mais confiança, adicionando o sabor e a qualidade que serão os seus diferenciais.

No próximo tópico, apresentaremos uma base de cálculo para você poder precificar o valor das suas marmitas adequadamente.

 

Quanto cobrar pela marmita?

marmitas prontas para entrega

Até aqui, você já deve ter percebido que o mercado de marmitas não tem erro. Contudo, todo investimento precisa ter um retorno positivo para ser considerado um bom negócio, não é mesmo? E para que o negócio de marmitas seja sucesso total, além da qualidade impecável, você precisa saber calcular o valor de cada marmita. Por isso, trouxemos algumas dicas importantes para você utilizar na hora de precificar os marmitex.

O primeiro passo a ser considerado no momento de colocar o preço de seus marmitex é analisar os custos, o valor praticado pela concorrência e o quanto o cliente está disposto a pagar. 

- Some todos os custos envolvidos desde a produção até a entrega (se houver). No seu cálculo deverá constar os custos e as despesas envolvidas e lucro desejado.

- Faça uma pesquisa de campo para saber os preços oferecidos pelas empresas que atuam no mesmo setor e região que você, e faça uma comparação.

- O valor que o seu cliente está disposto a pagar pela sua marmita está diretamente relacionada à forma que ele enxerga valor no seu produto, ou seja, a sua marmita precisa alcançar um padrão de qualidade que vai além da alimentação em si. É preciso ativar a percepção do cliente em relação ao cuidado na preparação, a atenção às necessidades dele e o carinho envolvido em todo o processo. 

Outro ponto em relação ao preço do marmitex é que tudo dependerá também da quantidade de comida e ingredientes utilizados na produção da refeição. É importante frisar que as marmitas fit, marmitas veganas ou com ingredientes orgânicos possuem valores diferenciados

Perceba que ao longo desse conteúdo frisamos que a venda de comida é uma excelente opção de negócio por conta da alta demanda. Todavia, o sucesso da sua marmitaria dependerá exclusivamente da sua dedicação ao negócio e a forma como a marmita chega até os consumidores. A importância de acondicionar os alimentos de maneira apropriada e segura será tratada no próximo tópico.

 

Qual embalagem usar para marmita?

Marmita fit em embalagem de isopor aberta

Como falamos no tópico anterior, o sucesso do seu negócio de marmitas depende de dois fatores: dedicação e armazenamento adequado. Sobre dedicação, você precisa ser criativo e bastante habilidoso com os ingredientes, demonstrando toda sua expertise na cozinha. 

Já em relação ao armazenamento, é preciso mais cuidado e atenção para acondicionar cada tipo de alimento na embalagem correta. Além disso, outro fator que implica diretamente na escolha da embalagem é o tempo de entrega, pois é preciso se atentar à escolha do material e ao formato da embalagem para o transporte adequado e seguro da marmita.

Vamos conhecer alguns tipos de embalagens para marmita.

 

Embalagens de isopor

As embalagens de isopor são as mais comuns do mercado. É bastante utilizada em empresas que trabalham com a entrega de alimentos sensíveis a variações de temperatura, como alimentos que devem ser consumidos quentes ou gelados.

 

Embalagens de alumínio

O  alumínio é o tipo de material mais popular, conhecido pela sua praticidade e facilidade na hora de acondicionar os alimentos, conservando-os quentes. Também pode ser utilizado para transportar alimentos gelados. Entretanto, se for uma marmita congelada, esse tipo de material não pode ser colocado no forno.

 

Embalagens de plástico

Quando falamos de marmitas congeladas, as embalagens mais adequadas para acondicionar os alimentos são as feitas de plástico (Polipropileno). Isso porque elas são mais versáteis e  destacam visualmente o alimento para a entrega, sem contar na possibilidade de esquentar a marmita no forno.

Não esqueça de que a “propaganda é a alma do negócio” e capriche na propaganda do seu marmitex criando uma identidade visual atrativa.

Até aqui já aprendemos muita coisa sobre o negócio de marmitex, não é mesmo? Contudo, ainda falta esclarecermos um ponto muito importante e agrega muito valor ao negócio: a forma de entrega. Inovar no segmento de marmitas é apostar em várias estratégias que mostre para os consumidores a preocupação que a sua empresa tem para com o bem-estar dele. 

No próximo tópico, vamos apresentar para você formas de entrega para o seu negócio. Estude, analise e veja a possibilidade de incrementar essa estratégia no seu negócio.

 

Delivery de marmita

motoboy realizando entrega de delivery de marmita

Fazer ou não fazer delivery? Esse questionamento é muito valioso e pertinente para entender a importância que o serviço de entrega tem a oferecer para o seu negócio.

O serviço de entregas teve um aumento estrondoso desde o advento dos aplicativos de entregas. Você já deve ter visto vários motociclistas circulando pelos centros urbanos com uma caixa de isopor nas costas, pode ter certeza que 90% desses motociclistas estão indo entregar uma marmita na porta de casa ou do trabalho de alguém.

O serviço de delivery de marmita trouxe comodidade para as pessoas que não tem como se ausentar do ambiente de trabalho ou não tem meios de ir até o estabelecimento buscar comida. Isso oportuniza o aumento do faturamento para o estabelecimento, fidelizando o cliente que procura por mais praticidade. 

Contudo, a garantia de sucesso no serviço de entrega só é possível se todo o processo seja feito com cuidado e bastante foco. Principalmente, para negócios que inicialmente não possuíam esse tipo de modalidade de serviço. Para adicionar esse serviço ao seu negócio de marmitex, é preciso que você:

- Planejar: avalie seu controle financeiro e defina o quanto você terá que aplicar inicialmente para contratar entregadores, investir em embalagens apropriadas para o transporte e divulgar o novo serviço.

- Foque na higiene: independentemente de ser para entrega ou para consumir no local, a higiene é um fator primordial para o sucesso do seu negócio de marmitas. Uma marmita de qualidade consegue transparecer qualidade, credibilidade e confiança para os seus clientes.

- Defina seu público-alvo: esse ponto é essencial para todo tipo de negócio, isso porque você pode direcionar serviços exclusivos para empresas, para escolas e para empresas terceirizadas.

Optou por adicionar o serviço de entrega de marmitas no seu estabelecimento? Agora é hora de aprender como aumentar as vendas com algumas estratégias simples, mas que alcançaram um bom resultado. Veja!

 

Como aumentar as vendas de marmitas?

Casal de empreendedores preparando marmitas para entrega

Uma coisa é certa, ninguém investe em um negócio para fracassar, não é verdade? Se você quer que o seu negócio de marmitas alcance um grande volume de vendas, nós te convidamos a ver a possibilidade de implementar as seguintes estratégias. Confira!

- Criação de um aplicativo para o cliente escolher todos os ingredientes que irão compor a sua marmita. Nesse caso, seria uma marmita personalizada. Isso te ajudaria a entender como os seus clientes se comportam. Além disso, você tem a possibilidade de fidelizar esse cliente porque ele faz parte do processo de preparação do próprio alimento.

- Ofereça outras formas de pagamento: cartão de crédito e débito, pix, boleto bancário, etc. Essa estratégia te coloca muito à frente dos seus concorrentes que optaram por apenas uma modalidade de pagamento.

- Ofereça um cardápio variado de marmitas. Sabemos que muitas pessoas estão optando por outros hábitos alimentares, seja por questão de saúde ou de cunho filosófico, esse público ainda encontra uma grande barreira para encontrar estabelecimentos que ofereçam alimentos apropriados para suas restrições. Inove no seu negócio, aproveite as oportunidades.

- Ofereça planos de marmitas por períodos: monte pacotes com mais de uma unidade de acordo com as necessidades individuais de cada cliente e ofereça planos mensais, por exemplo, para quem quer garantir almoço e/ou janta por até 30 dias. A inclusão ou não do final de semana também pode ser decidida pelo próprio consumidor.

- Monte o plano fidelidade: o plano fidelidade funciona como uma estratégia de conseguir que o cliente preencha todos os pedidos necessários para ganhar uma marmita de brinde.

Esses pontos podem ser adaptados de acordo com o que você pretende oferecer no seu negócio de marmitas. Ao passo que o seu negócio for aumentando, incremente o seu estabelecimento com equipamentos mais robustos que atendem a altas demandas. Por fim, não se esqueça de apostar no sabor. O que fisga a clientela, principalmente quando se trata de comida, é a união equilibrada de qualidade e sabor em um mesmo pote.


Atendente entregando marmita para cliente do restaurante

E aí, gostou das dicas? Se você quer investir no mercado de marmitas, é preciso ter cautela e estudar todas as possibilidades e o mercado da sua região. Não deixe de seguir as dicas que apresentamos neste conteúdo.

Conte sempre com a Skymsen para te ajudar em todos os momentos.  

 

 

Compartilhe

Artigos Relacionados

Speakeasies: conheça como funcionam os bares secretos
| Notícias

Speakeasies: conheça como funcionam os bares secretos

Famosos nos Estados Unidos, os speakeasies ou bares secretos estão cada vez mais populares aqui no Brasil. Como assim? Bar secreto?...

Afinal, é possível ter lucro vendendo milkshake?
| Notícias

Afinal, é possível ter lucro vendendo milkshake?

A resposta para o questionamento inicial é SIM!  O milkshake é um produto bastante simples que ganhou o gosto popular pela sua...